Tecnologias Assistivas: Ferramentas para a inclusão

Tecnologia Assistiva OrCam MyEye 2.

Já falamos aqui sobre a Acessibilidade, suas vantagens e as obrigações as quais todos devemos cumprir. Ela é um termo que devemos sempre estar atentos nos dias atuais, isso porque ela deve ser a ideia que norteia nossa sociedade. Assim, para termos um pensamento mais inclusivo, vamos comentar sobre as Tecnologias Assistivas, para abrir portas para as pessoas com deficiências, assim poderão desfrutar de diversos produtos, serviços e/ou informações.

Portanto, devemos saber um pouco mais sobre as grandes ferramentas que possibilitam um mundo acessível para as pessoas que possuem alguma necessidade especial. Desta forma, poderemos ter uma sociedade mais justainclusiva igualitária nos ambientes organizacionalacadêmico social.

Existem mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual (Fonte: Censo IBGE 2010). A deficiência visual pode ser definida de várias formas. Como perda total ou parcial, congênita ou adquirida, da visão.

O Estatuto da Pessoa com Deficiência, que é regularizado pela Lei 13.146 de 2015, possui um principal objetivo norteador, o qual se dispõe sobre o acesso igualitário para todas as pessoas:

“Assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania.”

O que são as Tecnologias Assistivas?

Dito isso, vamos comentar um pouco sobre as ferramentas que podem e vão possibilitar um mundo inclusivo e com mais autonomia para as pessoas com algum tipo de deficiência. Diversas pessoas não conhecem o termo Tecnologia Assistiva, principalmente aqueles que não convivem diariamente com as pessoas que possuem alguma deficiência.

A Tecnologia Assistiva é relacionada com um conjunto de recursos e serviços, que irão contribuir para promover ou ampliar características funcionais de pessoas com deficiências, incapacidades ou limitações. Estas tecnologias proporcionam diversos benefícios para essas pessoas, uma vez que essas ferramentas funcionam como um instrumento facilitador de funções. Ou seja, estas funções já seriam executadas mesmo sem a existência de um sistema ou instrumento para a sua execução.

Desta maneira, podemos classificar as Tecnologias Assistivas como uma área de conhecimento, tanto quanto outras, como ciências, história, etc. Isso porque, são um conjunto de práticas, recursos, metodologias e serviços que visam uma maior participação, consequentemente, uma maior inclusão social.

Além disso, diversas pessoas ao redor do mundo estão desenvolvendo diversas maneiras de garantir a aplicação dessas Tecnologias para as pessoas e os lugares. Assim, aumentando a autonomia, a qualidade de vida e a independência das pessoas com deficiências, incapacidades, transtornos ou mobilidade reduzida.

As diversas aplicações destas ferramentas

Atualmente, essas tecnologias estão em diversos lugares, e as vezes podemos nem perceber suas aplicações. Por exemplo, rampas de acesso para cadeiras de rodas em meios de transporte, banheiros adaptados para pessoas com deficiência e até mesmo online. Nesse último caso, podemos citar sites que são acessíveis para pessoas com deficiência visual, como portais do Governo, que disponibilizam o acesso à informação para todas as pessoas.

Podemos segmentar para diversos campos, onde cada um irá aproveitar todos os benefícios provenientes dessas tais ferramentas. Por exemplo, na área da Educação, quando falamos em educação inclusiva devemos entender que as tecnologias assistivas devem fazer parte do aprendizado de cada uma das crianças ou adolescentes. Além de uma abordagem única, será necessário materiais prontos para tornar mais fácil a alfabetização e comunicação das mesmas.

9k= - Tecnologias Assistivas: Ferramentas para a inclusão

Podemos falar também na área da Saúde, uma vez que, esta possui uma importância vital para todas, não se limitando a alguns tipos de deficiência somente. Por exemplo, todos devem possuir acompanhamento de pessoas especializadas, como fonoaudiólogos e até ortopedistas.

Mais Autonomia – Tecnologias Assistivas

Você conhece a Mais Autonomia, nós temos como missão ser um ecossistema de soluções, disponibilizando ferramentas e tecnologias que irão auxiliar e melhorar a vida das pessoas com deficiência e limitações. Tendo em vista isso, trouxemos para o Brasil duas tecnologias inovadoras para pessoas com deficiências visuais, ou que tenham visão subnormal.

O dispositivo de inteligência e visão artificial que permite o fácil acesso, intuitivo e instantâneo à informação, disponível em tempo real e funciona totalmente offline. É leve e discreto e deve ser acoplado às hastes de um óculos comum. Este dispositivo foi desenvolvido pela empresa israelense OrCam, que possui um valor de mercado avaliado em U$1 bilhão em 2019.

Veja abaixo alguns depoimentos sobre este dispositivo e o seus benefícios:

A WeWALK prende-se à tradicional bengala branca, transformando-a em uma bengala inteligente inovadora. Essa tecnologia aumenta a independência das pessoas com deficiência visual e promove a sua participação plena na sociedade. Mova-se pelo mundo de forma mais independente por meio das diversas funcionalidades que a bengala promove.

Dentre suas funções, a bengala possui sensores ultrassônicos que detectam obstáculos acima do peito do usuário, possui também sincronização com os celulares através do Bluetooth, possibilitando a utilização dos mesmos através dos controle touch que estão na bengala.

Além disso, a WeWALK possui diversos recursos, como integração ao Assistente de Voz, ao Google Maps e Alexa.

Subir
Precisa de ajuda?